Sobre Nós

Constituída em Dezembro de 1995, a VITAE - Associação de Solidariedade e Desenvolvimento Internacional, teve na sua génese um projecto plurinacional, em que participaram portugueses, angolanos e moçambicanos, ligados pelo desejo comum de verem melhorar a qualidade de vida em Portugal, bem como os níveis de desenvolvimento das sociedades ligadas à cultura lusófona.

A Associação apresenta-se como um projecto de cultura, que procura lançar as bases para uma rede de solidariedade social, actuando segundo padrões de qualidade e orientada para a satisfação de necessidades concretas.

Após a constituição da Associação, iniciaram-se contactos privilegiados com Angola e Moçambique, tendo em vista a abertura de unidades de ensino e realização de acções de formação profissional. 
Se em relação a Angola os esforços foram prejudicados com o clima de guerra, em Moçambique, a organização participou no projecto de constituição do Instituto Superior de Ciência e Tecnologia de Moçambique (com sete cursos de Licenciatura), bem como na criação do Corpo de Bombeiros da Matola.

Em Portugal, fruto da actividade desenvolvida na área social, foi celebrado a 22 Dezembro de 1999 um acordo de Cooperação com a Câmara Municipal de Lisboa e com o Centro Regional de Segurança Social de Lisboa e Vale do Tejo, que atribuiu à Associação a tutela do Centro de Acolhimento dos Sem Abrigo da cidade de Lisboa.
 
Ao longo da sua existência a VITAE desenvolveu igualmente inúmeros projectos associados à área das Dependências, particularmente direccionados para a Redução de Riscos e Minimização de Danos, tais como:
  • Projecto Ponto de Contacto – Curraleira -  Julho 2001 a Dezembro 2001
  • Projecto Vitae 1 – Intendente -  Janeiro 2002 a Dezembro 2002 
  • Projecto Vitae 2 – Setúbal e Almada - Janeiro 2002 a Dezembro de 2006 
  • Projecto Vitae 3 – Intendente -  Fevereiro 2003 a Julho 2003 
  • Projecto Vitae 4 – Intendente - Julho 2003 a Julho 2005 
  • Projecto Vitae - Buraca Damaia - Setembro 2008 a Agosto 2010
  • Projecto Vitae - Algueirão Mem Martins - Novembro 2009 a Outubro 2011
 
Actualmente, a VITAE desenvolve em simultâneo cinco projectos sociais:
  • Centro de Acolhimento do Beato – desde 1999
  • Equipa Técnica de Intervenção de Rua de Lisboa – desde 2016
  • Centro de Acolhimento de Alcântara – desde 2012
  • Centro de Acolhimento de Emergência Social – Residência Social São João de Deus – desde 2012
  • Equipa Técnica de Intervenção de Rua de Sintra – desde 2012

Nossa Missão

Criar respostas em ordem à dignificação das Pessoas em situação de vulnerabilidade e risco social

Visão

A VITAE enquanto veículo da sociedade civil visa desenvolver de forma Humanista, uma intervenção de excelência à População em situação de vulnerabilidade e risco social

Valores

Humanismo: valorizar o Ser Humano acima de tudo, colocar a pessoa no centro da acção
Transparência: toda a intervenção deve ser gerida garantindo a imparcialidade, objectividade, isenção e equidistância dos interesses em presença
Tolerância: favorecer a compreensão e a tolerância, investindo na dignidade da pessoa e no respeito pela diversidade
Responsabilidade: compromisso em responder com eficácia pelas tarefas confiadas

Objectivos

Assegurar um nível de excelência na qualidade dos serviços que presta
Melhorar a qualidade de vida das populações mais vulneráveis
Garantir o acesso à rede de recursos que permite às populações mais vulneráveis melhorarem a sua condição e/ou atenuarem o seu sofrimento
Garantir a sustentabilidade dos projectos que desenvolve
Promover a inovação e o empreendedorismo enquanto bases de uma gestão social sólida
Manter os colaboradores motivados para uma intervenção humanista “que coloca a pessoa/utente no centro da acção”
Funcionar enquanto veículo do desenvolvimento local